Q&A

PERGUNTAS E QUESTIONAMENTO FREQUENTES SOBRE O INTERCÂMBIO

IDADE

1. É possível se candidatar independentemente da idade, contanto que o candidato tenha concluído ensino médio. Não há idade máxima. 

2. A idade não interfere nos documentos a serem enviados. Documentos adicionais são pedidos quando o candidato é formado há mais de 5 anos. Neste caso, o documento adicional requerido é uma redação mais aprofundada no planejamento de carreira acadêmica no Japão, juntamente da ficha de inscrição.

DOCUMENTAÇÃO

1. Todos documentos do candidato e do fiador devem ser autenticados, exceto a ficha de inscrição, o passaporte e certificado do JLPT.documentos

3. O fiador precisa necessariamente ser um familiar, de parentesco mais próximo possível e pode ser aposentado ou autônomo. Pode haver até dois fiadores.

3. Sim, a não ser que não sejam casados em cartório. Se forem apenas unidos por União Estável, não serão considerados como casados pelo governo japonês e desta forma não são considerados parte da família do candidato.

4. O processo para aprovação do aluno e envio dos documentos ocorre na seguinte ordem: processo seletivo, entrevista, envio de documentos digitalizados e envio de documentos físicos. Segue abaixo as datas aproximadas para cada época de inscrição.documentos

CRONOGRAMA

1. As aulas começam necessariamente na segunda-feira da segunda semana dos meses de Janeiro, Abril, Julho e Outubro. Os alunos devem estar em Maebashi para o primeiro dia de aula, e por isso é necessária a vinda na semana anterior ao início das aulas, entre segunda e sexta-feira, para que o ônibus disponibilizado pela escola possa buscar os alunos no aeroporto. A escola normalmente determina dois dias dessa semana para buscar todos os alunos, e fica a critério do aluno comprar a passagem aérea que chegue no Japão no dia combinado com a escola.

2. A entrevista é feita via Skype, em português com teste básico de língua japonesa, 6 meses antes do início das aulas.

A ESCOLA

1. Os alunos são distribuídos por nível mediante o resultado de um teste de língua japonesa realizado ao
chegarem no Japão.

A separação e o período letivo são determinados pela diretoria das escolas conforme a disponibilidade de vagas.  

MORADIA

2. A média mensal de despesas com água, luz e gás varia de acordo com o aluno e com a época do ano. Estações como inverno e verão, nos quais usa-se mais aquecedor e arcondicionado, a conta de luz costuma ser mais cara. A média anual é de 10,000 ienes/mês. 
*O valor é uma média, varia de acordo com os hábitos de cada aluno.

3. Sim, além do PDF disponível no site, os alunos terão acesso a um material impresso e orientação na chegada em Maebashi.

CASAL

1. Há diferença entre namorados e casados no civil.

2. Dentro do alojamento não é permitido encontro entre pessoas do sexo oposto, portanto, namorados não podem morar juntos nos alojamentos da escola. Fora do alojamento eles podem morar juntos.

4. A escola não oferece suporte para alunos que desejam morar por conta própria, ou seja,
fora dos alojamentos da escola. Tanto para mudança, quanto com a imobiliária ou problemas
no local como água, luz, além dos móveis. Tudo é por conta do aluno.

ARUBAITO

A maioria dos alunos dependem totalmente do arubaito para poderem se manter no Japão, por isso é um item fundamental e muito questionado. Para mais informações clique AQUI.

1. O arubaito depende de muitos fatores como: Interesse do aluno, época do ano em que o aluno chega no Japão, disposição para trabalhar de noite/madrugada e mente aberta para novas experiências. Em média, o aluno consegue um arubaito em um mês.

2. Arubaitos são ofertados em Maebashi e em outras regiões da província. Mas há casos em que os alunos trabalham em outras províncias, como Saitama, por exemplo. Algumas fábricas disponibilizam um carro próprio para levar e buscar até a fábrica. Por meio da escola, para os alunos de Maebashi, não são oferecidos arubaitos em Tóquio por conta da distância. E mesmo concentrando grande parte dos alunos pela região de Maebashi, a oferta de emprego é grande.

3. Geralmente, nas vagas divulgadas pela escola, não há diferença salarial entre homem e mulher.

4. O salário mínimo de Gunma é de 840/h. A média salarial dos alunos varia entre 900 a 1,000/h.

5. Sim, mesmo recebendo salário mínimo, é possível se sustentar com arubaito. No entanto é preciso ressaltar que o valor do arubaito paga apenas as necessidades básicas do aluno. Por tanto, para que ele possa aproveitar mais o intercâmbio é recomendado que o aluno melhore o nível de japonês para poder melhorar de emprego e assim ganhar melhor. Até o aluno começar a receber o salário e para poder aproveitar um pouco até melhorar o salário, recomendamos que cada aluno traga uma reserva de dinheiro. 

 

 

 

 

FACULDADE/UNIVERSIDADE

1. O auxílio para o EJU são aulas gratuitas oferecidas pela Nippon Academy para todos os alunos interessados em prestar o EJU. Essas aulas formam um curso que ocorre duas vezes ao ano, em abril e agosto, com duração de 3 meses. Para saber mais detalhes, o aluno precisa informar o professor responsável da escola que ele estuda.

2. Existem faculdades que oferecem bolsas para estrangeiros. O critério para vai de acordo com cada instituição, mas algumas utilizam a nota no EJU.

3. Depende da insituição. É necessário verificar na escola/universidade de interesse do aluno.

4. Não há financiamento educativo para estrangeiros na Nippon Academy.

OUTROS

1. Para ingressar na Nippon Academy, ter tatuagem não é um impecilho, porém para conseguir empregos, ou frequentar certos locais, talvez seja.

2. Em alguns casos sim, mas continua sendo uma questão a ser avaliada pela empresa contratante, no cenário de procurar emprego.

3. Para sair do Japão com visto de estudante, o aluno precisa estar com o pagamento em dia e comunicar a escola. No Aeroporto é necessário fazer um pedido de reentrada no país, caso contrário, o aluno perde o visto de estudante e não consegue voltar para o Japão depois da viagem.

O aluno precisa estar com os pagamentos da escola em dia, preecher formuláros solicitando renovação do visto, apresentar o zairyu card no escritório da escola e após isso é responsabilidade da Nippon Academy prosseguir com os trâmites.

5. Durante a primeira semana, os alunos recebem uma orientação juntamente de uma lista telefônica com todos os encarregados de cada departamento, inclusive o sulamericano, que possui funcionários brasileiros ou capazes de se comunicar em português.

Polo São Paulo – Em Breve
Polo Maringá – Em Breve

Email: contato@nippon-academy.ac.jp

Caso queira a resposta por whatsapp, deixe o seu contato.
Escolha pelo menos uma opção.
Até 3 dias úteis para resposta. Verifique a caixa de SPAM.